A história do Brasil do ponto de vista do protagonismo feminino. Em um ritual de pajelança, uma mulher – Vera Brasilis - busca a cura de suas dores. Como a origem do mal está no passado, somos levados pelos cantos mágicos e ritos para uma viagem desde a época da colonização aos dias atuais. Personagens históricas como Maria Quitéria de Jesus, Maria Filipa, Anita Malfatti entre outras se cruzam a Pombas–Giras, Yabás, encantados da mata, à cidade Lama-Mariana e sombras da noite. Com profunda integração entre linguagens, Matriarcado de Pindorama une teatro, dança, música, artes visuais, projeções de vídeo (VJ), manifesto, festa e poesia.